Categoria
Compartilhe

Compartilhe por email

Preencha o nome e email para quem você deseja compartilhar

Uma realidade que é comum nos polos e Arranjos Produtivos Locais (APLs) do setor calçadista pelo Brasil, não é diferente em Igrejinha/RS, no Vale do Rio Paranhana. Atualmente, mais de 90% das indústrias que compõem o setor calçadista na cidade gaúcha são pequenas e médias empresas (PMEs). Tal fato tem feito com que o presidente do Sindicato da Indústria de Calçados de Igrejinha (Sindigrejinha), Erno Luis Feyh, redobre os cuidados e sua preocupação com a subsistência destes tipos de empreendimento.

“Temos três grandes empresas de calçados em Igrejinha, que são o esteio da cidade. São empresas sólidas e que conseguem enfrentar uma tempestade como esta. Agora, a nossa preocupação maior é com a pequena e média empresa, que em muitos casos não têm as mesmas condições e estrutura que uma grande tem”, salienta o dirigente, que esteve no dia 15 de junho visitando a sede do Grupo Editorial Sinos, em Novo Hamburgo/RS.



Erno Feyh, presidente do sindicato, em visita ao Grupo Sinos 


Competitividade

Feyh fez questão de frisar que a manutenção, o fortalecimento e a competitividade de um polo de calçados depende tanto da grande quanto da pequena empresa. “A própria grande indústria precisa necessariamente que a pequena empresa também cresça. É desta forma que se fortalece um polo. Polo fortalecido é polo competitivo. Assim mantemos uma rede de suprimentos, uma cadeia de fornecedores, enfim, tudo que envolva a produção de um calçado plenamente funcionando”, analisa o dirigente.

O executivo destacou que o Sindigrejinha tem buscado auxiliar, na medida do possível, as empresas do setor no município diante da crise provocada pela pandemia da Covid19. Ao mesmo tempo, o dirigente sustentou que o sindicato vem estruturando um projeto para incentivar a participação e a promoção das pequenas empresas do polo nas feiras físicas, assim que for possível o retorno deste tipo de evento. “Estamos melhorando este trabalho em uma ação conjunta com a Prefeitura de Igrejinha, para incentivar e qualicar a participação das empresas do nosso polo em importantes feiras setoriais”, pontua.

Digitalização

Em se tratando de feiras e eventos em tempos de pandemia, Feyh classica como positivas iniciativas como o SICC Digital e a plataforma Calçados do Brasil. “A digitalização veio para car e é preciso que os calçadistas entendam isso. Essa adaptação é mais do que necessária, só vai sobreviver quem se adaptar.”


Categoria
Compartilhe

Compartilhe por email

Preencha o nome e email para quem você deseja compartilhar

JÁ SOU CLIENTE

Acesse sua conta mais rápido! Faça seu login com o Facebook.
*O e-mail cadastrado deve ser o mesmo da conta do Facebook.
E-mail
Senha

NÃO SOU CADASTRADO

Faça seu cadastra de forma rápida e fácil, basta logar com o Facebook.
E-mail
Primeiro nome

Esqueci minha senha

Preencha seu e-mail abaixo. Você irá receber uma nova senha por e-mail.
E-mail

OPS!